Thursday, August 17, 2006

Capuchinho Vermelho

E eis que hoje vos brindo com cinco anedotas do Capuchinho Vermelho e com alguns pensamentos soltos sobre o mesmo.

1

Ia o Capuchinho Vermelho a saltitar pela floresta quando salta o Lobo Mau detrás de um arbusto:

- A-ah! Vou-te assaltar! Passa para cá a carteira!

E diz o Capuchinho:

- Nã, nã! Tu vais é comer-me, que é o que está escrito no guião!

2

Ia o Capuchinho Vermelho a saltitar pela floresta quando salta o Lobo Mau detrás de um arbusto:

- A-ah! Hoje vou-te comer uma coisa que nunca ninguém te comeu!

E diz o Capuchinho, muito envergonhado:

- Só se for a cesta...

3

Ia o Capuchinho Vermelho a saltitar pela floresta quando ouve um barulho detrás de um arbusto, como que alguém a resmungar baixinho.

Vai espreitar, vê o Lobo Mau, aninhado, com cara de mau, e diz:

- Que estás a fazer?

E o Lobo Mau responde:

- Estou a cagar...

4

Ia o Capuchinho Vermelho a saltitar pela floresta quando se depara com o Lobo Mau, que aparentemente não a reconhece.

O Capuchinho diz:

- Olá!

- Olá.

O Capuchinho segura a cesta com as duas mãos e baixa a cabeça com ar envergonhado enquanto embala a cesta de um lado para o outro e diz:

- Então?

- Então o quê?

- Não sabes quem eu sou?

- Não.

- Hum... dou-te uma pista. Tenho um capuchinho vermeeeeeeeeelho!

- ...

- Sapatinhos vermeeeeeeelhos...

- ...

- Saia vermelhiiiinha...

- Não estou a ver...

- Lencinho vermelhiiiiiinho...

- ...

- Eu até tenho cuequinha vermeeeeeeelha! Não estás a ver quem sou?

- F*d*-s*! És uma p*t*?

5

Ia o Capuchinho Vermelho a saltitar pela floresta e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

Cai-lhe um braço.

O Capuchinho continua a saltitar e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

Cai-lhe o outro braço.

O Capuchinho continua a saltitar e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

Cai-lhe uma perna.

O Capuchinho continua a saltitar (ao pé cochinho) e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

Cai-lhe a outra perna.

O Capuchinho continua a rebolar e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

A cabeça solta-se do tronco.

O Capuchinho continua a rebolar e a cantarolar.

- Tra-la-la-la-la...

Puft.

Um olho separa-se da cabeça.

O olho continua a rebolar e a tentar cantarolar.

- Fmmmf fmmmf fmmmf fmmmf...

E eis que o olho chega a casa da avózinha.

O olho aproxima-se e dá uns saltinhos para bater à porta.

Puft. Puft. Puft.

A avózinha abre a porta e diz:

- Quem é?

...ao mesmo tempo que dá um passo para fora da porta.

Ploft!

[ pausa para respirar ]

E agora eu pergunto...

Se o Capuchinho Vermelho é uma menina, porque é que é "O Capuchinho", e não "A Capuchinho"?

No mínimo estranho, não é?