Monday, October 30, 2006

A praga das libelinhas

Deve ser mesmo verdade, porque até estava uma dentro do escritório...

E mal abri a janela ela saiu e encontrou logo uma amiga...

Ou um amigo...

Não vi bem porque estavam contra o Sol...

Sunday, October 29, 2006

Estou sim?

Acho sempre fantástico quando uma pessoa liga a outra para lhe dizer que mude de canal para ver uma notícia e depois aproveita e fica a falar mais um bocado... até a notícia terminar :-)

Saturday, October 28, 2006

Pêssegos e Melancias

Desde pequeno que sempre me foi dito que depois de comer melancia não se pode beber água.

Um belo dia, numa outra cidade, na casa de outra família, comemos melancia à sobremesa...

Depois eu comentei o facto de não se poder beber água depois de comer melancia...

E a reacção geral foi...

- Melancia? Não... Não se pode beber água é depois de comer pêssego!

Ora bem...

A mim nunca me disseram nada relativamente a beber água depois de comer um pêssego...

Mas o que é certo é que naquela cidade as pessoas não têm qualquer problema em beber água depois de comer melancia...

Mas nem pensar em beber água depois de comer pêssego...

Coisa que eu sou capaz de fazer sem qualquer problema...

O que é que isto significa, então?

Pelos vistos significa que a história da água e da melancia (bem como a da água e do pêssego) não passa de um mito urbano...

Por isso é que todas aquelas experiências que eu fazia quando era pequeno com melancia em copos de água não resultavam...

Olhar de pasmo

Friday, October 27, 2006

Serial Killer

Ele: Essa tua foto... dá-te um ar de serial killer muito suspeito

Eu: Sabes... não és a única pessoa que acha isso...

[...]

Eu: Quer dizer... és a única viva, de momento...

Enfim... já me disseram coisas piores... :-)

Wednesday, October 25, 2006

Meu?

Bom, segundo o Manuel, tenho um centro cultural com o meu nome...

Ena, ena... :-)

"Tu", o caraças!

Ainda gostava de saber porque é que pessoas que eu não conheço de lado nenhum teimam em tratar-me por tu...

Há dias foi num parque de estacionamento...

O cartão que me tinham dado no centro comercial não queria funcionar, pelo que lá veio o segurança ao pé do meu carro...

Chega ao pé de mim, eu digo-lhe que o cartão não está a funcionar e ele diz-me:

- Onde é que to deram?

Ai o caraças...

Acho que o olhei de uma forma tal que o tipo percebeu logo e começou-me logo a tratar por você.

Mais recentemente foi uma senhora que não conseguia entrar no prédio:

- A sorte é que o menino chega cedo.

Ai o caneco...

Mas está a ver aqui algum menino???

Irra, que mania...

Tuesday, October 24, 2006

As melhores notícias do dia!

Hoje recebi uma excelente notícia...

Um grande amigo meu...

E uma grande amiga minha...

Que já namoram há uns dois anitos...

Vão casar! :-D

Sim, um com o outro :-)

Estou com um sorriso de orelha a orelha :-)

PARABÉNS! :-D

Apetece-me sair para comemorar, mas eles não estão em Lisboa...

Ninguém me quer convidar para fazer algo, logo? O:-) Jantar? Cinema?

Acho que tenho que os ir visitar em breve... :-)

Teoria do caos

Uma borboleta bate as asas na Europa...

E há um furacão na América...

Hum...

Ora deixa cá ver se eu percebo...

Se eu der um espirro na Europa...

Há alguém que se constipa na América?

Irra!

É impressionante a quantidade de vezes que a campaínha toca!

É sempre algum caramelo a querer entrar no prédio para deixar publicidade nas caixas de correio!

Ele é publicidade no correio, no mail, no pára-brisas do carro (que tem a pequena desvantagem de uma pessoa entrar no carro sem dar por ela e arrancar com aquilo pendurado, isto já para não falar dos dias em que chove), publicidade entregue em mão às entradas dos centros comerciais (e já nem falo daqueles que em vez de darem um panfleto metem conversa connosco), mensagens no telemóvel (ainda bem que mudei de número)...

Irra, que até irrita!

E sinceramente tudo isto tem em mim o contrário do efeito desejado...

É que sempre que vejo uma coisa destas...

Só me dá vontade é de não ir/voltar ao dito estabelecimento a que se faz publicidade!

Chiça!

Monday, October 23, 2006

Nota mental #1

Trincar a língua é um muito mau início de um espirro...

Friday, October 20, 2006

Contrário de "pedir"

Há por aqui uma discussão sobre qual é o contrário de "pedir".

Há quem diga que é "despedir" e há quem dê várias outras sugestões...

Cá para mim...

O contrário de "pedir"...

É dizer "afinal já não quero!"

:-)

Saúde!

Ele #1: Trabalhar dá saúde e faz crescer, já dizia a minha Avó!

Ele #2: Então que trabalhem os doentes e os baixinhos!

Thursday, October 19, 2006

Atchim

Estou constipado, e alguém me disse:

- O melhor remédio para a constipação é caminha, leitinho quente e mimos... sabias?

Ora bem...

Caminha eu tenho...

Leitinho quentinho também se arranja...

Voluntárias, há? O:-)

Chegaram os cartões de visita



Pena eu ter uma máquina tão fraquinha... :-)

Wednesday, October 18, 2006

Sim



Não, não pedi ninguém em casamento :-)

Hoje mostraram-me algo interessante no site do público...

No fim das notícias perguntam se achamos a notícia interessante...

A única resposta possível é "sim" :-)

Mas não faz mal, também não há botão para enviar a resposta, pelos vistos O:-)

Podem ver um exemplo aqui.

Temos janelas, sim!



Entre os vários comentários que recebi ontem às minhas fotos diziam-me que nós não tínhamos janelas.

Temos janelas, sim senhor! :-)

Temos oito destas :-)

Tuesday, October 17, 2006

Aveiro, onde estás tu?

Ligaram-me agora mesmo de Aveiro.

Era a malta com quem eu trabalhei; pelos vistos estavam num jantar e lembraram-se de mim! :-)

Diz a Silvia:

- Vou-te passar a alguém a ver se descobres quem é!

E passou...

A conversa começa a aquecer e diz-me a tal pessoa:

- O que é que tens vestido?

E digo eu:

- Ó André, vê lá se te comportas, pá!

A dada altura ocorre-me a hipótese de os ir visitar no fim de semana e digo:

- Vocês vão ficar aí no fim de semana?

E diz o André:

- Não... é que isto vai fechar às onze.

Tenho saudades daquela malta... :-)

Tenho que lá ir :-)

Austrália, cá vou eu!

Whoo-hoo! :-D

Parto dia 3 de Dezembro e regresso dia 14 :-)

O meu destino é Melbourne. Vou a uma conferência na qual vou dar três talks.

Já tenho o visto e já marquei a viagem, agora só me falta arranjar onde ficar em Melbourne e decidir o que fazer no resto dos dias... Camberra? Sydney? Centro do país?

Yupi! :-)

Mercedes

Ele #1: Parece incrível, mas olha-se para ali e uns 70% dos carros são mercedes...

Ele #2: Essa contagem não é muito justa... estamos à beira de um parque de táxis!

Monday, October 16, 2006

Novas instalações

Não, não vou mudar o blog de sítio :-)

A log é que mudou de instalações.

Mais espaço, mais luz, melhor vista, melhores condições...

O quê?

O que é que disseram?

Se tiramos fotos?

Ora essa...

Mas por quem nos tomam?

É claro que tiramos fotos!

Um verdadeira sessão fotográfica, digo-vos eu!

Risonhos, sérios e desafiadores...

E sim, a mesa de reuniões agora pode ser usada como mesa de ping pong O:-)

As minhas fotos todas.

O Ivo também escreveu sobre o assunto, e também colocou algumas fotos online.

De lado

Um destes dias vi um caranguejo...

Ora como toda a gente sabe, os caranguejos têm uma forma muito própria de locomoção...

E então ocorreu-me uma situação...

O caranguejo chega a casa...

A carangueja vira-se para ele e diz:

- Caranguejo Belarmino, andaste outra vez a beber! E não tentes disfarçar, que eu bem vejo que estás a andar de lado!

Sunday, October 15, 2006

E viva o Pedro Tochas!

Eh, pá... O Pedro Tochas é um senhor...

O homem é um espectáculo...

E não é que colocou um link para o meu blog no site dele? :-)

Um senhor! :-)

Saturday, October 14, 2006

Cuidado com o Bernardo!

Em CSI Miami, alguém diz:

- Do you know that in Portuguese the name "Bernardo" means "strong as a bear"?

Que, em Português, quer dizer:

- Sabias que em português o nome "Bernardo" significa "forte como um urso"?

Eu confesso-vos... não fazia a menor ideia... :-)

Friday, October 13, 2006

Aguentemo-nos :-)

Acabo de ver um reclame na TV, ao filme O Guardião.

Em todo o reclame se lê, no fundo do ecrã, "NOS CINEMAS".

A dada momento dá uma cena em que uma personagem diz algo como "Aguenta-te".

Ora como o locutor está a falar não se ouve o que as personagens dizem e temos que nos guiar pelas legendas...

E o que é que se lê nas legendas...?

Lê-se: "Aguenta-te NOS CINEMAS".

Finalmente, net em casa!

Yupi! :-D

E vem com não-sei-quantos canais de TV :-)

Ah, a net toda só para mim...

Vou passear um bocado e já volto :-)

Wednesday, October 11, 2006

Mortos-vivos

Por acaso é mesmo triste...

É que um morto-vivo ainda é uma figura de respeito...

- Então, que fazes tu na vida?

E responde ele com orgulho:

- Eu? Eu sou um morto-vivo!

Caramba, mete respeito!

Agora imaginemos a mesma coisa com uma mulher:

- Então, que fazes tu na vida?

- Eu? Eu sou uma morta-viva!

Oh, caneco...

É que parece mesmo que a rapariga andou a beber e agora anda aos trambolhões...

Tuesday, October 10, 2006

Férias, por favor...

Estou mesmo a precisar... :-|

Coca-soja

É muito fácil de ver quando eu estou a precisar de dormir...

É quando abro o crepe no restaurante chinês e pego na coca-cola em vez de no molho de soja para meter lá dentro...

Bem... eram da mesma cor...

Ainda a abóbora

Ela: Bem, é melhor eu ir embora, senão ainda adormeço aqui no teu carro e depois tens que me carregar!

Eu: Ah, não te preocupes! Eu espero que te transformes em abóbora e depois deixo-te ali na varanda.

Ela: Mas sabes que as abóboras ainda são pesadas...

Eu: E eu quero lá saber! Pelo menos as abóboras rebolam!

Abóbora

Ela: Sabes, é que à meia-noite eu transformo-me numa abóbora!

Eu: Olha... e a tua bolsa, faz parte da abóbora?

Ela: Não... porquê?

Eu: É que ainda tens os meus documentos lá dentro...

Monday, October 09, 2006

Tratamento personalizado

Eu: O que entendes por "tratamento personalizado dos curriculuns"?

Ela: Tratamento personalizado de curriculuns é: quando eu quero que o curriculum vá para o lixo... sou eu quem o manda.

O Pedro Tochas pede ajuda, eu ajudo!

Ora cá vai! :-)


<-------------------- Cortar por aqui

Pedro Tochas em “Maiores de 18” no Teatro da Trindade
3, 4 10 e 10 de Novembro

Pela última vez em Lisboa, Pedro Tochas apresenta o espectáculo “Maiores de 18 - stand-up comedy para adultos” no Teatro da Trindade.

Quatro dias em Novembro para dizer adeus a um espectáculo que teve lotações esgotadas em todas as suas apresentações anteriores.

Eu recomendo!!
A não perder!!!

Mais informação sobre o espectáculo no site de Pedro Tochas
www.pedrotochas.com


O que já disseram de Pedro Tochas:

"É que este senhor não tem só piada, tem também muita arte..."
O Comércio do Porto

"Sublime na arte de dominar uma plateia, como poucos no nosso país, Tochas é mestre no improviso e na fusão de estilos, desde o stand-up ao humor negro e non sense"
VISÃO

"Tochas incendiou plateia de riso"
Jornal de Notícias

"Hilariante!
É o mínimo que se pode dizer do actor, malabarista e comediante Pedro Tochas."
A CAPITAL

"Ao vivo, é chorar de tanto rir."
Público

"E, se faz favor, stand up! Porque é assim que se deve aplaudir um artista deste gabarito. De pé!"
Correio da Manhã

<-------------------- Cortar por aqui


Não resisti a deixar o "Cortar por aqui" O:-)

Posso-vos dizer que já vi este espectáculo e que é realmente muito bom. Em princípio vou outra vez :-)

Sunday, October 08, 2006

E mais algumas perguntas sem resposta... finalmente respondidas, pois!

Como é que o Tarzan conseguia estar sempre barbeado?

Provavelmente roçava cocos na cara.

--

Por que é que a palavra "grande" é mais pequena que a palavra "pequeno"?

Primeiro, é só diferença de uma letra. Segundo, as palavras não são grandes ou pequenas, são curtas ou compridas e, como podes ver, "curto" e mais curta que "comprido".

--

Por que é que fazem embalagens de salsichas com 8 unidades e embalagens de pão com 6?

Sugiro-te que comeces a comprar embalagens de pão com 4 pães e que coloques duas salsichas em cada. Alternativamente, a Nobre também tem latas com 6 salsichas.

--

Por que é que abreviatura é uma palavra tão grande?

Irra, não é grande, é comprida! Seja como for, "abreviatura" é comprida para denotar a necessidade de abreviaturas.

--

Se nada cola no Teflon, como é que o fixaram nas panelas?

O Teflon só é Teflon de um dos lados.

--

Se uma palavra estivesse mal escrita num dicionário, como saberíamos?

Para se saber como é que se escreve uma palavra não se deve consultar um dicionário, mas sim um prontuário. Em todo o caso, tens sempre o sistema da redundância! Vê sempre em dois ou mais dicionários!

(sim, eu sei que já tinha respondido a esta numa edição anterior, mas a verdade é que a minha resposta não satisfazia ninguém)

--

Se cárcere e prisão são sinónimos, por que é que carcereiro e prisioneiro não são?

Calma. Cárcere e prisão podem ser o mesmo edifício, mas lá está, tanto o carcereiro como o prisioneiro estão lá dentro! Não precisam ter as mesmas funções!

--

Se o lápis número 2 é o mais vendido, por que ele ainda é o número 2?

O número do lápis refere-se à composição do mesmo, e não à sua posição no top de vendas da indústria escriturária.

--

Por que é que quando alguém nos pede ajuda para procurar um objecto perdido temos a mania de perguntar: "Onde é que o perdeste?"

Porque a pessoa pode-se lembrar da última vez que viu o objecto e assim já se elimina a quantidade de sítios onde procurar. A partir daí é só seguir o caminho que essa pessoa fez.

--

Se a ciência consegue desvendar até os mistérios do DNA, porque é que ninguém descobriu ainda a fórmula da Coca-Cola?

Não deve haver grande problema em descobrir a fórmula de uma bebida. O problema são as questões legais! A Pepsi, por exemplo, só existe porque a Coca-Cola Company permitiu legalmente a sua existência (afinal de contas, a concorrência pode ser melhor para o negócio que o monopólio).

--

Por que é que quando estamos num engarrafamento a fila do lado anda sempre mais depressa?

Isso é ilusão de óptica. As filas de trânsito, a menos de circustâncias extra, vão alternando a sua velocidade. Simplesmente acontece que nós só reparamos que a fila do lado está a andar mais depressa, mas não reparamos que a mesma fica para trás quando estamos nós a andar, pois estamos concentrados no trânsito.

--

Qual é o sinónimo de sinónimo?

Da maneira como fazes a pergunta até parece que todas as palavras têm que ter um sinónimo, e um só, mas tal não é verdade. Como tal, sinónimo poderá não ter nenhum sinónimo (pelo menos não tem nenhum que me ocorra de momento).

--

24 horas num dia, 24 cervejas numa caixa. Coincidência?

24 cervejas numa caixa, 24 neurónios nessa cabeça. Coincidência?

--

Como se chamava Alexandre, o Grande quando era pequeno?

Chamava-se Alexandre.

--

Qual é a raiz quadrada da distância da Terra até Júpiter em polegadas?

Depende da data, ora!

Telemóvel de ponta

Ele comprou um telemóvel todo XPTO.

Quando lhe perguntei que tal era ele mostrou-me uma série de funcionalidades...

Câmara fotográfica, jogos, notícias, lanterna, etc...

A certa altura eu pergunto-lhe:

- Olha lá, e já fizeste alguma chamada?

Ele:

- Er... não...

"Azerbijão"

A selecção Portuguesa de futebol jogou.

Dependendo do meio de comunicação, o adversário era o Azerbeijão ou o Azerbaijão.

Ena, ena :-)

Wednesday, October 04, 2006

"Tu que és um sabão"

Ele: Tu, que és um sabão destas coisas, saberias dizer-me porque carga de água é que as ligações persistentes se mantêm persistentes durante demasiado tempo?

Eu: Um sabão?

Ele: Um sábio grande!

:-|

Ele também tem um blog parvo!



Pois é, o Ivo Gomes cedeu à pressão e acabou por se decidir a criar um blog parvo :-)

Agora é só esperar que ele coloque online a quantidade absurda de mails estúpidos que o pessoal lhe envia a julgar que ele é uma agência de viagens :-)

O blog ainda está em construção, mas já é caso para dizer: Uuuuuuuuuui! :-D

Aqui não, obrigado

Já toda a gente conhece o flagelo da publicidade não endereçada, e que bom que é ter aqueles autocolantes amarelos na caixa de correio que, apesar de não resolverem o problema, já o minimizam bastante!

Agora só preciso de uns autocolantes desses para colocar no vidro do carro, para não me meterem nada no pára-brisas, no fax, para pararem de me enviar publicidade de formações que não quero frequentar e na testa, para não me tentarem fazer aderir a outras religiões enquanto caminho calmamente na rua.

Tuesday, October 03, 2006

Imaginário? Eu?

Ela teima que eu não devo existir, e que não devo passar de um amigo imaginário dela...

Eu já lhe disse: tudo bem, mas quem tem problemas mentais és tu!

Eu quero o meu Agosto de volta...

A maior parte das pessoas insiste em tirar férias em Agosto...

E eu não percebo porquê!

Agosto é o melhor mês para trabalhar!

As ruas estão desertas! Os restaurantes estão vazios! Não há engarrafamentos intermináveis e tudo é mais calmo! Não há stress no trabalho! Mais de metade da malta está de férias!

E mais, quem vai de férias tem que gramar com toda a gente que vai de férias consigo!

Ah, que saudades do meu Agosto...

Já sabe o que quer?

Ele: Queria comprar um telemóvel. Queria um que fosse preto, pequeno, com Bluetooth, com bastante autonomia e sem grandes funcionalidades extra.

Ela: Procure ali na montra.

E ele deu meia volta e foi-se embora.

E eu, sinceramente, concordo perfeitamente com a atitude dele.

Mas afinal estão ali para ajudar ou para despachar pedidos? Para isso compra-se pela Internet!

Mais perguntas sem resposta... finalmente respondidas!

Como foi que a placa "proibido pisar a relva" foi colocada?

Sim, alguém pisou a relva, e depois? Tens que ter em atenção que na altura ainda não era proibido!

--

Porque é que "Separado" se escreve tudo junto e "Tudo Junto" se escreve separado?

Desculpa, mas não estás a ver bem a questão... Tudo está bem, porque "junto" escreve-se junto e "tudo separado" escreve-se separado.

--

Por que é que os pijamas têm bolsos?

Para que lá possas colocar um lenço ou um preservativo.

--

Se toda regra tem excepção, e isto é uma regra, qual é a excepção?

Essa mesmo.

--

Como se escreve zero em algarismos romanos?

Há quem diga que não se escreve, mas a verdade é que os romanos usavam a palavra "nulla" ou "nullae" para representar o zero. Houve também quem usasse a letra N (inicial de "nulla").

--

Porque é que quando se liga para o número errado nunca dá ocupado?

Isso é um mito. Simplesmente acontece que quando se liga para um número errado que está ocupado não nos apercebemos de que ligamos para um número errado.

--

Porque é que quando procuramos algo, esse algo está sempre no último sítio em que procuramos?

Porque apesar de imbecil, não és assim tão imbecil para continuares a procurar depois de já teres encontrado o que querias. Assim, esse sítio torna-se o último em que procuraste.

--

Porque é que dizem sempre que uma casa é mal assombrada, em vez de bem assombrada? Se uma casa é mal assombrada é por que o fantasma é incompetente?

Não, a casa é simplesmente "assombrada". Dizer que é "mal" assombrada significa somente que a assombração é má.

--

Porque é que nos filmes, mesmo sabendo que a casa está assombrada, as miúdas saem sempre do quarto para irem sozinhas ver o que foi o barulho estranho na cave ou no sotão?

Porque sabem que a casa está assombrada mas tu confundiste-as e elas ficam na dúvida se a assombração é boa ou má.

--

Porque é que os bancos cobram uma taxa sobre os cheques sem fundo que eu passo, se eles sabem que eu não tenho fundos para pagar?

O facto de não teres fundos para pagar o cheque de 5,000 euros não implica que não tenhas 50 euros para pagar a taxa.

--

Porque é que as luas dos outros planetas têm nome, mas a nossa só se chama lua?

Primeiro, não são luas, são satélites, tu é que lhe estás a chamar lua. Segundo, a nossa tem um nome: Selene.

--

Porque é que os aviões não são fabricados com o mesmo material usado nas suas caixas pretas?

Primeiro, porque assim não saíam do chão. Segundo, porque não é unicamente o material, mas também a localização da caixa negra que lhe confere protecção. Se conseguires meter um avião inteiro na cauda do mesmo avisa, logo depois de terminares o doutoramente em geometria hiperespacial, OK?

--

Porque é que debaixo dos bancos dos aviões existem coletes salva-vidas, mas não existem pára-quedas?

Porque se o avião cair na água tu vais precisar de um colete salva-vidas, mas será muito difícil escapares a uma queda saltando de pára-quedas (a menos que já tenhas experiência em saltar e que, por algum estranho motivo, tu e os restantes passageiros tenham tempo para o fazer).

Monday, October 02, 2006

Ena, ena... 10,000 visitas!

10,000 visitas ao meu blog!

Ena, ena! :-D

O Zé!

AS diz, no seu blog:


Se um desconhecido chegar à tua beira e te disser "olá! tudo bem?" isso é... má memória!


Na Sexta-feira aconteceu-me algo semelhante... a minha Mãe ligou-me e disse-me que estava com alguém que queria falar comigo; passou o telefone a essa pessoa e a conversa começou...

Do outro lado uma voz grossa dizia-me: "Sou o teu primo Zé!"

Do meu lado uma voz na minha cabeça ecoava: "Mas eu não tenho nenhum primo Zé..."

Do lado de lá a pessoa dizia: "Já não te lembras de mim? Costumávamos brincar juntos, na casa da Avó!"

E do lado de cá o mesmo eco: "Mas eu brincava sozinho..."

E a conversa continuou por mais algum tempo, com ele a explicar-me que quando tinha deixado de dar notícias há uns anos atrás tinha ido para Luxemburgo, e comigo a tentar reavivar a minha memória procurando um primo qualquer pequenino nas memórias da minha infância...

Finalmente ele passou novamente o telefone à minha Mãe, que me disse:

- Então, já viste quem era?

- Sinceramente não estou a ver...

- Então já não te lembras do teu primo Zé Luis?

- AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!! Passa-lhe outra vez o telefone! :-D

E pronto, eu é que o conhecia por "Zé Luis", e não por "Zé"! O:-)

Vai-se a ver e o rapaz, que é alguns anos mais novo que eu, já vai ser Pai! :-)