Friday, June 29, 2007

Só mesmo para dizer...

...que está tudo bem :-)

Tem é acontecido tanta coisa que nem tenho tido tempo para postar :-)

Em breve conto as novidades todas :-)

Monday, June 25, 2007

Mais cartões!



E pronto, já tenho os meus cartões da Perl Foundation :-)

A maior sauna do mundo e a capital mundial das baratas

Onde é que é? Onde?

Pois claro! Em Houston!

Sauna!

Sempre mais de 30 graus e uma humidade que não se pode.

Todas as salas têm ar condicionado, o que é excelente, mas mal saio de uma delas os meus óculos ficam embaciados!

Hoje de manhã chovia que eu sei lá. A água encharcava-me a roupa e escorria-me pelo corpo.

A parte boa?

Era água quente!

Se eu soubesse não tinha tomado banho, tinha levado o sabonete comigo e sempre poupava algum tempo...

Felizmente, está tanto calor que sequei num instante.

Capital Mundial das Baratas!

Ter as baratas a atravessarem-se à minha frente pelo caminho, ainda vá que não vá...

Mas...

Ter que enxotar baratas de cima da mesa para poder tomar o pequeno-almoço em paz?

Caneco! Já é um bocado ridículo, não acham?

Felizmente, as do pequeno-almoço só mediam um centímetro (cada uma, claro está).

Conheço algumas pessoas que não duravam 5 minutos, em Houston... :-)

Fotos



Já estou a começar a colocar fotos online.

Podem encontrá-las aqui.

E agora com licença, que tenho uma apresentação para fazer :-)

Tempestade

Nesta residência universitária, cada dois quartos partilham uma casa de banho.

Há então duas portas na dita.

Quando se vai à casa de banho, abre-se a porta, entra-se, tranca-se a porta para o outro quarto, faz-se o que se tem a fazer, destranca-se a porta para o outro quarto, passamos para o nosso, fechamos a porta e trancámo-la do lado do nosso quarto.

Imaginem-me então ontem à noite, já bem tarde, a ir à casa de banho e a fazer um esforço para não fazer barulho com todas estas portas para não acordar o gajo que está no quarto ao lado...

Quando finalmente, pé ante pé, me deito na minha cama sem ter feito grande barulho...

CABRUUUUUUUUMMMM!!!!!

Ganda tempestade :-) Ganda barulheira :-)

Nessa altura pensei que, no meu próximo post (este), fosse escrever que já tinha passado pela minha primeira tempestade em Houston...

Afinal não...

Afinal já passei pela primeira e pela segunda :-)

Caneco, que elas não páram :-)

Longe? Bah!

De modo que estávamos a jantar (comida mexicana, muito boa) e um dos moços na mesa, que veio à sua primeira YAPC (este é o nome da conferência) achava que tinha vindo de muito longe, já que tinha atravessado os Estados Unidos de uma ponta à outra para cá chegar.

De onde é que vinham as outras pessoas que se sentaram na mesma mesa que ele?

Suécia, Inglaterra, Japão, Portugal e Canadá.

É tudo uma questão de perspectiva :-)

Sunday, June 24, 2007

Houston - Primeiras Impressões

Já cá estou, numa das muitas residências da Universidade de Houston.

Quando eu digo "muitas", não estou a brincar. A universidade, com uns 37,000 alunos, é gigantesca. É fácil uma pessoa perder-se aqui.

A cidade é quente e é húmida. Tão húmida que é normal surgirem tempestades vindas do nada. O resultado é que, mesmo com bom tempo, ainda há muitas poças de água por todo o lado.

As poças são perigosas, bem como pisar a relva. É relativamente normal afundarmo-nos uns 30 centímetros.

A humidade é propícia a baratas, claro está.

Ontem fui jantar à Pizza Hut, aqui no Campus, que está aberta 24 horas por dia. Pelo caminho atravessaram-se-me à frente pelo menos 4 baratas pretas e apressadas.

E de momento é tudo o que tenho para contar sobre Houston :-)

Cheguei!

Já cá estou, já dormi e já encontrei o resto do pessoal :-)

Saturday, June 23, 2007

Cá vou eu :-)



A caminho :-)

Friday, June 22, 2007

Pronto, pronto, digam lá o que querem de Houston :-)

E não, Houston não tem cangurus nem koalas, pelo menos que eu saiba, e não, não vou trazer nenhum vaivém :-)

Comentários com o que querem, que é para eu não me esquecer :-)

Fica a nota para duas pessoas que sim, ainda tenho comigo os vossos crachás da Austrália. Logo que possa eu entrego-os :-)

Thursday, June 21, 2007

Houston

Ela: Gajo.

Eu: Gaja.

Ela: Sábado. Que fazes? Com quem? Onde? E porquê?

Eu: Sábado estou num avião, com mais umas 300 pessoas, algures sobre o Atlântico, porque quero ir a Houston.

Ela: Argh! Cortes!

Não sei lá bem porquê, mas parece que toda a gente se lembrou de me convidar para tudo e mais alguma coisa precisamente durante a semana em que vou estar fora.

Possivelmente terá sido porque ainda não disse aqui, com todas as letras, que Sábado de manhã me meto num avião em direcção a Houston e que só regresso a Portugal dali por uma semana.

Bom, agora já disse :-)

Tuesday, June 19, 2007

Eu sabia que os animais lutavam...

Não sabia era que os pinguins lutavam à estalada, nem que as formigas eram (alegadamente) o único ser que declara guerra naturalmente :-)

Monday, June 18, 2007

500 milhas

E diz ele:

- Eles recomendam que eu troque de sapatilhas a cada 500 milhas...

Isto dito por alguém que está a correr perto de 200 quilómetros por mês...

E digo eu:

- Já sei! Vai ao pé-cochinho!

Eu dou-te a lupa, dou...

A comida chegou e um de nós ficou a olhar muito atentamente para o prato.

Por cima de uma batata frita estava um bicho qualquer frito. Pequeno, um pouco maior que um mosquito normal, mas com um tronco mais grosso, e completamente achatado contra a batata, com as patas em todas as direcções e algo que parecia ser asas (pelo menos a mim) por cima.

A senhora vem novamente à mesa, trazer mais coisas, e lá lhe dizemos:

- Olhe, está ali um bicho.

A mulherzinha olha para o prato e diz:

- Eu não vejo nada...

Lá acabou por levar o prato para a cozinha, para mostrar à cozinheira.

Dali a nada regressa e diz:

- Olhe, nós não vemos nada. Aquilo só mesmo com uma lupa! Mas se quiser pode escolher outra coisa...

É incrível como algumas pessoas conseguem fazer de conta que algo como isto é uma coisa curriqueira.

Ele escolheu outra coisa, mas não me parece que lá voltemos.

Eu dava-lhe a lupa, dava...

Das minhas férias vou recordar...

Muito Sol, muita chuva, rodízio com os amigos, tempo com a família, camas improvisadas, dormir com gatos no quarto, não conseguir dormir por causa dos gatos no quarto, estratagemas para os gatos não saltarem em cima de nós enquanto dormimos, muitas séries, noitadas, planos para as próximas férias, quase nenhuma net, matar saudades do pessoal, algumas surpresas e muito descanso...

...ou não ;-)

Friday, June 08, 2007

Quando a promoção é mais estúpida que o próprio filme

Na parte de trás do DVD podia-se ler que o filme consistia num grupo de pessoas barricadas num bar onde umas criaturas mostrengas que tinham fugido de uma base do exército estavam a tentar entrar para os comer.

Lia-se ainda que as criaturas eram o produto da junção do ADN de alguns dos predadores mais ferozes à face da terra, uma experiência militar. Também lá dizia que as pessoas tinham que se aguentar até à manhã seguinte.

Agora o filme propriamente dito...

Sim, as pessoas estão num bar, e sim, estão barricadas porque há umas criaturas lá fora que as querem comer...

Mas o exército não é para aqui chamado, nunca se diz de onde é que os bicharocos vieram, nem como foram feitos, não é só até de manhã que o pessoal tem que lá ficar, é até conseguir matar os bichos, etc.

Enfim, há filmes mesmo estúpidos...

E ainda por cima com umas legendas fantásticas...

Natural, se faz favor!

Eu: Aqueles sumos naquela mesa, são de quê?

Ele: De manga e de laranja.

Ela: São naturais?

Ele: O de manga é 100% natural, o de laranja é mesmo natural.

Depois de alguns olhares confusos e de mais uma tentativa de indagação com a mesma resposta, acabamos por beber sumo de manga...

E sabem que mais?

Não era natural...

Wednesday, June 06, 2007

Firefly: Mais uma série fabulosa!


Firefly!

Simplesmente fabulosa!

Antes de mais, deixem-me dizer-vos que, nesta série, não há som no espaço, que é como deve ser, porque o som não se propaga no vácuo! Assim, explosões e afins são vistas em silêncio, ou quando muito com uma banda sonora country.

Mas adiante...

A Terra fica sobrepopulada e os seres humanos viajam para outro sistema Solar. Uma vez lá, dá-se a guerra entre a Aliança, que defende a união dos planetas, e os Separatistas. A Aliança vence e a série começa aqui, quando um antigo sargento separatista compra uma nave classe Firefly, arranja uma tripulação e começa uma vida de contrabandista neste novo sistema regido pela Aliança.

O capitão Mal, com a sua tripulação de 8, embarcam numa série de aventuras.

Há a Zoe, que acompanha Mal desde a guerra, Wash, o piloto que casou com Zoe, Kaylee, a mecânica maravilha, Simon, o doutor, River, a sua irmã alucinada, Jayne, o brutamontes que não podia faltar à festa, Book, o pastor e Inara, a... er... "companheira" O:-) Sim, este futuro é muito liberal O:-)

Depois há bandidos, soldados e uma série de personagens que vão aparecendo.

Todos os episódios são fabulosos. Simplesmente fantásticos.



Tal como no velho oeste, estes nossos amigos andam armados com pistolas. Afinal de contas, é a nova fronteira...

Imaginem portanto um misto de ficção científica e western.

Estão a imaginar?

OK, é melhor ainda!

Mas a série já é de 2002...

Ora então, porque é que nunca chegou até nós pelos canais públicos?

Pela mesma razão que a segunda série nunca foi feita. Na verdade, a primeira foi cancelada.

E não foi por ser má...

Reparem, os 14 episódios seguiam assim:

01, 02, 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14.

Básico, não é?

Ora então aqui está a ordem pela qual a FOX decidiu passar os episódios:

02, 03, 06, 07, 08, 04, 05, 09, 10, 14, 01, 13, 11, 12.

Estão a ver o absurdo?

Alguém lá de cima decidiu que esta seria uma melhor ordem. Qualquer coisa a ver com os episódios mais mexidos, etc.

Resultado?

Ninguém conseguia seguir a série, como é óbvio!

É que ainda por cima não passaram logo o primeiro episódio, aquele em que se ficava a conhecer as personagens.

Ou seja, o espectador leva logo com um episódio cheio de acção sem saber bem de onde é que veio quem...

E, claro está, a série acabou por ser cancelada.



Em 2004 fez-se o filme Serenity, continuação da série, mas este pecou por ser precisamente isso: a continuação da série. É, praticamente, o episódio 15 com um ou dois flashbacks para contextualizar o espectador.

Ainda assim, tenho-vos a dizer que vi este filme no cinema e o detestei.

Agora vi a série, adorei-a, vi novamente o filme e sim, posso-vos dizer que é uma obra de arte.

Altamente recomendável :-)

Friday, June 01, 2007

Eu vou ali...

Eu vou ali tirar umas férias e já volto, sim? ;-)

Mulheres Cruéis?

Vá, esqueçam o título do post e deliciem-se com isto :-)

Mas há algum concurso e só eu é que não sei?

Sempre que venho na estrada e há bastantes semáforos, o trânsito vai parando, eu vou olhando para os demais condutores e fico a pensar...

"Mas será que há por aí algum concurso e não me disseram nada?"

É que parece que há mesmo...

Seja como for, parece-me um pouco ridículo fazer um concurso para ver quem consegue meter o dedo mais fundo no nariz...

Vraam!

Reparem...

Um ruído que irrita muita gente é o de uma motosserra...

Vraam, vraam, vraam!

Um outro ruído semelhante que também irrita muita gente é o de uma mota de água...

Vraam, vraam, vraam!

Posto isto...

A imagem que me vem à cabeça...

É a de um tipo numa mota de água à força toda com uma motosserra ligada...

VRAAM, VRAAM, VRAAM!

Cruzamento

Parar no meio de um cruzamento é estranho, mas nem é lá muito incomum...

Agora...

A pé?

Ainda estou para saber o que é que ia na cabeça do homem...

Sim, porque ele não parecia ter nenhum problema, parecia apenas estar distraído.