Tuesday, January 01, 2008

Ah, homem do campo!

Conforme tentávamos tirar cenouras da terra, só nos saíam cenouras pequenas.
O senhor José aproximou-se lentamente e nós dissemos:
- Só há cenouras pequenas...
O homem ri-se (de nós) e diz, com um sorriso:
- Mas querem ver que alguém as roubou?
Ele chega à nossa beira e diz:
- Mas também há aí cenoura grande.
- Pois, mas como estão debaixo da terra não dá para ver...
- Ora, isso vê-se logo pela rama!
Nisto o homem baixa-se e arranca-nos umas duas ou três cenouras bem grandes.
Ele olha para o chão em redor e diz:
- Ai mas roubaram, roubaram... Ou então foram os ratos.
Baixa-se, agarra uma rama e puxa cá para fora uma cenoura grande mas sem uma boa porção no fundo.
Diz ele:
- Foram ratos, foram...
Vendo que a parte debaixo era a que faltava, um de nós disse o que nos parecia ser óbvio:
- Ou então toupeiras...
E foi então que, com um ar de quem acaba de ouvir a frase mais ridícula de todo o dia, ele disse:
- Ora... As toupeiras não comem cenouras...