Friday, February 15, 2008

14 de Fevereiro

Sem mais nem menos ela diz-me para tirar a roupa.

Eu tiro.

Sem pressa.

Com calma.

A temperatura no quarto está amena.

Sem saber bem como, dou comigo já deitado.

Ela espalha-me um líquido no corpo, como que um óleo de massagem.

O que se segue é rápido.

Uns dez minutos.

No final ela elogia a minha performance.

Enfim...

Mais um electrocardiograma...