Wednesday, December 31, 2008

A importância de uma vírgula

Podem-me chamar um nazi da gramática, mas o que é certo é que me irrita a colocação de vírgulas nos locais errados.

Vírgula de Oxford, eu aceito.

Mas vírgula só porque se acha que fica bem é que não.

No site de uma empresa que faz entregas ao domicílio encontrei a seguinte frase:

"Só aceitamos cheques, perante a devida identificação."


Eu sei o que eles querem dizer. O que eles querem dizer é:

"Só aceitamos cheques perante a devida identificação."


Ou seja, se não se apresentar a devida identificação, não aceitam os cheques.

No entanto, o que eles estão a dizer, na verdade, é que só aceitam cheques, e mais nenhum meio de pagamento. Para além disso, dizem também que só aceitarão os cheques perante a devida identificação.

Mas será assim tão difícil perceber isto?

Tuesday, December 23, 2008

Mais detalhes sobre a lista e algumas regras

Finalmente consegui actualizar a lista para que a mesma ficasse com 101 ítems.

Os primeiros serão fáceis, os intermédios serão difíceis, e os finais quase que aparentam ser impossíveis, mas enfim... Toda a longa caminhada começa com um passo.

Todos os ítems são claramente mensuráveis (pelo menos do meu ponto de vista), de modo que não existe a possibilidade de eu me iludir e dizer que já completei um dos objectivos sem o ter realmente feito.

De resto, convém salientar que estipulei uma regra.

Regra #1 - Um ítem pode ser removido da lista, caso a conclusão do mesmo seja impossibilitada por motivos que me sejam alheios. Caso tal se suceda, o mesmo será substituido por outro de igual ou superior grau de dificuldade, ou de igual ou superior significado pessoal.

Faz todo o sentido, na minha opinião.

E dito isto, cá vamos nós...

Antecipam-se tempos interessantes...

Friday, December 19, 2008

Doido, eu? Não... Doidos são eles!

Mostrei a minha lista de 101 coisas em 1001 dias a algumas pessoas mais chegadas.

Convém salientar que a lista estava organizada de modo que os ítems mais simples se encontravam no início e os mais complicados no final.

O objectivo era que eu pudesse começar a cumprir os primeiros ítems da lista fácil e rapidamente, de modo a criar motivação e dinamismo extra.

Pois bem, ainda pensei que me fossem dizer, ao olharem para a lista, que realmente eu estava a ser demasiado exigente comigo próprio, ou que porventura estaria a fantasiar demasiado...

Não, antes pelo contrário...

Fui praticamente obrigado a remover da lista os ítems mais simples!

Praticamente tive que regatear para que alguns deles pudessem ficar!

Sim, bem sei, a lista é minha, mas eles não deixavam de ter razão...

Moral da história: a lista perdeu cinco ítems, que serão brevemente substituídos.

De qualquer das formas, continuam lá algumas tarefas bem simples, para que os primeiros passos não tenham que ser logo de gigante...

Thursday, December 18, 2008

101 coisas em 1001 dias

1001 dias passam a voar (a menos que nos chamemos Xerazade, imagino eu).

Já toda a gente deve conhecer aquela história da lista de 101 coisas para fazer em 1001 dias, certo?

Long story short, eu também fiz uma!

Mas não, não a vou publicar aqui.

Acho que qualquer pessoa que não me conhecesse e olhasse para a lista diria que eu sou doido (se bem que os que já me conhecem já o dizem, provavelmente).

Alguns dos ítems da lista são simples, mas outros... Bem, os outros são bastante ambiciosos.

Para dizer a verdade, a lista até a mim assusta... E olhem que eu não me impressiono facilmente...

O que realmente acontece é que, quando todos estes ítems são colocados num conjunto, a lista que se forma parece irreal e impraticável.

Vai daí, não a vou tornar pública... Por agora...

O que deverei fazer, isso sim, é ir publicando as actualizações à lista.

Ou seja, posts como "Dia X de 1001 - concluídas as tarefas #x, #y, #z", e aí sim, dizer o que eram.

De qualquer das formas, acho que tem mais piada ler as coisas que a pessoa tem feito do que uma lista de coisas que a pessoa pretende fazer nos próximos quase três anos.

A menos que essa lista inclua coisas como "no dia X, vou assaltar um banco".

Aí sim, é capaz de ter piada.

Wednesday, December 17, 2008

"É um bilhete?"

Entro no autocarro e pouso uma moeda de dois euros junto do condutor.

O homem olha para mim durante uns 2 segundos e depois diz, seriamente:

- É um bilhete?

- Como?

- Estou-lhe a perguntar se quer um bilhete.

Estava à espera de tudo menos aquilo.

Claro que queria um bilhete! Ia querer o quê? Carapaus fritos?

Meio hesitante, respondo:

- Sim...

O homem começa a tirar o bilhete dizendo:

- Não fique admirado... Há dias pousaram-me uma moeda de dois euros, eu tirei o bilhete na máquina, vou a entregá-lo à pessoa e ela diz-me:

- Er... Era só para destrocar...

Mas... Quem é que entra num autocarro para destrocar dinheiro e o pousa sem dizer o que quer?

Tuesday, December 16, 2008

A vida secreta do Multinho

Pois é, anda para aí toda a gente a queixar-se que mudaram o boneco do multibanco.

Este é o antigo, que tanto quanto sei se chama Multinho:



Mas sinceramente, não é bem o boneco novo que me incomoda...

O antigo é que sempre me incomodou...

Não sabem porquê?

Ora vejam mais de perto:



Ainda não descobriram?

Eu dou uma ajuda!





Pois é, o Multinho sempre teve uma perna mais comprida que a outra!

Diz-se que foi na guerra que ficou assim, mas eu não acredito!

Não acredito, porque uma vez na escola primária andei à porrada com outro miúdo e as minhas pernas têm as duas o mesmo tamanho!

Cá para mim, foi defeito de fabrico.

Mas é terrível!

E eu sempre reparei nisto!

E é horrível, reparar nisto!

De cada vez que ia levantar dinheiro, o Multinho aparecia-me sorridente e eu tinha que disfarçar, tinha que fazer de conta que ele era perfeitinho, para não o fazer sentir-se mal!

Mas tudo bem, eu aguentava...

Mas... E agora?

Sim, e agora?

Para onde é que o Multinho vai trabalhar, com uma perna mais comprida do que a outra?

Esta vida é tramada, digo-vos eu...

Wednesday, December 10, 2008

Bolas

Os moços preparam-se para sair e ir jogar futebol, e comentam sobre a necessidade ou não de usar coquilha.

Diz um deles:

- Ora, no hóquei também se usa coquilha, por isso nós também devíamos usar!

- Sim, mas no hóquei há tacos!

- Ora, o problema não são os tacos, o problema são as bolas!

E eu não poderia concordar mais.

(e a quem tiver passado despercebida a alusão, sugiro que leia outra vez)

Alma gémea?

Ontem uma amiga minha queixava-se que eu não escrevia o suficiente.

Rapariga, este post é em homenagem a ti.

Infelizmente, é sobre outra...

Estava então eu numa animada conversa de grupo quando uma rapariga diz algo sobre um blog dela e eu pergunto:

- Sobre que é o teu blog?

Ela sorri, meio envergonhada, e diz, entre risos:

- Ui... Eu tenho muitos blogs...

E daí o título deste post, "alma gémea".

Perguntei imediatamente:

- A sério? Quantos tens?

E o pedestal desmoronou-se à medida que ela pronunciou:

- Tenho quatro...

Bah...

Principiantes...

Wednesday, December 03, 2008

Café

Eles pedem um café cada um, puxam ambos da carteira e a senhora pergunta:

- É separado?

E eu respondo:

- Sim. Duas chávenas!