Monday, November 02, 2009

Quando o fim finalmente chega...

Estava eu no Japão, feliz da vida, a escrever regularmente neste blog sobre a minha estadia no país do Sol nascente...

De repente, chegaram as notícias...

Não eram boas...

Fiquei em estado de choque...

De choque e em negação...

Parei de escrever...

Fiquei umas noites sem dormir...

Fiz de conta que tudo estava igual...

Esforcei-me imenso...

Tentei dividir-me e fechar a parte de mim que sabia a verdade...

Tentei agir como se tudo estivesse igual e não me tivessem dito nada...

Enfim, custou bastante, sabê-lo, ainda por cima com uma série de circunstâncias em volta da situação.

Não sei se escreverei sobre o assunto. Por um lado imagino que sim, porque merece ser escrito; por outro não, provavelmente só porque a dor ainda está muito recente, ou talvez por ser algo demasiado pessoal.

Em todo o caso, seria um post bem grande, do tamanho dele.

Por agora, só há uma coisa que posso dizer aqui...

Adeus, avô...

Tuesday, September 15, 2009

Mais experiências no Japão

Para alėm de muitas pequenas experiências como fazer compras num supermercado, interagir com pessoas com quem não possuo qualquer língua em comum, tentar utilizar websites completamente em japonês e até mesmo usar o metro em hora de ponta, os dias por cá têm sido preenchidos com algumas aventuras dignas de nota.

No Sábado fomos a outro estado, para uma aula de judo.

Há algo de impressionante em treinar com pessoas com quem não se consegue falar, e também com pessoas que treinam horas por dia, sete dias por semana, anos e anos a fio.



Foi divertido, educativo e extenuante. Até o pescoço me ficou a doer.

No Domingo fomos a Harajuko, como não podia deixar de ser.

Os rockabillies continuam por lá.



Hoje vão-me levar a umas cavernas.

Não sei o que são nem onde são, mas como vai ser tudo organizado pela Kaori, disse que sim e cá vou eu.

Por falar na Kaori, ela fez o jantar no Sábado: Genghis Khan.



Mais uma fantástica refeição entre um mundo de iguarias: nesse mesmo dia almoçamos um excelente Tonkatsu naquilo que eu diria ser o equivalente a uma tasca em Portugal, e ainda ontem tivémos direito a uma refeição Irlandesa, cortesia dos nossos anfitriões.

Hoje, se houver tempo, devo aceitar um outro convite para ir comer sushi, mas não será um sushi qualquer.

Já cá comi sushi melhor e pior que o que se consegue encontrar em Portugal, mas no sítio onde iremos hoje (se regressarmos cedo das cavernas) paga-se uns 100 euros por cabeça, pelo que estou expectante.

Outros possíveis planos para a semana incluem Sumo (começa agora o campeonato), Disney World (sim, cá também há disso) e Karaoke, entre mais uma série de coisas.

Não vai haver tempo para tudo certamente.

Vou ter que cá voltar.

Que chatice.

Tuesday, September 08, 2009

Primeiras fotos de Tóquio

São 5:15 da manhã e o Sol está prestes a despontar.



Hoje há algumas núvens no ar, mas nem isso estraga a vista que temos da varanda.



Mais fotos aqui.

Tóquio

Eis a minha primeira tentativa de um vídeo em Tóquio.

Amanhã faço o mesmo com luz do dia, possivelmente depois de já saber mexer um pouco mais com a funcionalidade dos vídeos.

Monday, September 07, 2009

Tóquio, a grande metrópole

Onde agora se encontra Tóquio existiam antigamente 23 cidades.

As ditas foram crescendo até se entrelaçarem umas com as outras, e eventualmente juntaram-se oficialmente para formarem uma única cidade.

Lisboa tem 84 quilómetros quadrados.

Tóquio tem 2,187 quilómetros quadrados.

Sim, é assim tão grande.

26 Lisboas juntas, com a diferença de que tem muitos mais prédios e muito mais organização.

Yokohama, a segunda maior cidade do Japão, com 437 quilómetros quadrados, também já está entrelaçada com Tóquio. Para alguém que não conheça, é impossível passar de uma cidade para outra e dar por ela.

Hoje vou tentar tirar fotos.

Sunday, September 06, 2009

A casa

Comecemos pelo edifício.

39 andares, 15 apartamentos por piso, com a excepção dos últimos, que têm menos e maiores habitações.

Os apartamentos neste edifício não são pequenos. É um prédio de luxo.

Há duas recepcionistas no hall de entrada (que mais se assemelha à entrada de um hotel de cinco estrelas, mas melhor), uma biblioteca, um ginásio, uma sala comum com enormes ecrās de televisão e cadeiras que fazem massagens, etc. Ainda não vi tudo.

Há imensos pormenores de segurança, como uma equipa de salvamento (basta carregar num dos botões de emergência e eles vêm a correr para nos salvar do que quer que seja (eu sei porque já se experimentou).

Estamos no vigésimo quarto andar, com uma vista absolutamente brutal. Há cidade a perder de vista. Ao longe, se o tempo estiver limpo, vê-se o monte Fuji.

A casa tem dois quartos grandes, uma cozinha bonita e espaçosa, uma sala de meter inveja a muita gente e mais uma série de compartimentos como o escritório e uma excelente varanda.

Só o chuveiro é maior que o meu quarto de banho em Portugal (e o dito até nāo é pequeno).

Na casa anterior da minha anfitriā, a professora de japonês dela fazia comentários sobre a dimensāo da casa: talvez tivessem uma grande família e por isso necessitariam de tanto espaço, por exemplo.

Aqui, pelos vistos, já nāo tece comentário nenhum. Resignou-se e assumiu que são ricos.

Nunca estive tão bem alojado. Acho que quando for para ir embora vāo ter que chamar a equipa de segurança para me arrastar porta fora, porque eu claramente não vou querer sair...

Directa

Levantei-me às sete da manhã de Sábado para apanhar o avião.

26 horas depois (sem nenhuma de sono) estava no Japão; a hora local era 13:00; estava cheio de sono, mas com dilema pela frente: podia ceder à tentação e ao cansaço ou podia manter-me acordado durante mais umas 11 horas para depois começar a minha estadia sem tanto jetlag.

Foi difícil, mas consegui.

Visitamos Akihabara - a cidade electrónica - e depois fomos comer carne.

E que melhor maneira de comer carne do que ir a um restaurante tão grande que ocupa um edifício inteiro de 8 pisos?

E sim, estamos a falar de um restaurante que pecava (no bom sentido) tanto em qualidade como em quantidade.

Dependendo dos pisos, o serviço é diferente; num dos pisos, por exemplo, a pessoa cozinha o seu próprio bife.

O preço é proporcional ao andar. A vista, fabulosa.

Mais posts brevemente.

Agora vou dormir.

Uma viagem como deve ser

Fizemos o check-in online.

Chegamos ao aeroporto e deixamos a bagagem no Drop-off.

Embarcamos à hora certa e fizemos uma viagem calma até Londres.

Aterramos, fomos ao balcão da Japan Airlines para fazermos o segundo check-ing e informaram-nos:

- Os senhores foram promovidos para Premium Class.

Seguiu-se um belo dum hamburguer no TGI Friday's.

Compramos um carregador e um adaptador que nos tínhamos esquecido de trazer.

Embarcamos no voo em direcção a Tóquio e sentamo-nos em duas largas e confortáveis cadeiras.

Serviram-nos comida excelente e apaparicaram-nos q.b.

Ligamos os portáteis à corrente durante a viagem e divertimo-nos bastante.

Vimos o nascer-do-Sol algures por cima da Sibéria.

Para umas belas férias, nada como um belo começo.

Saturday, September 05, 2009

A caminho do Japão

Amanhã de manhã parto em direcção ao Japão.

Duas semanitas de férias, das quais bem preciso, no país do Sol Nascente.

A mala está feita, os planos também.

Agora um aparte...

É curioso como a superstição pode atacar alguém, é interessante ver os truques que a nossa mente nos prega...

Uma pessoa comum, por exemplo, teria talvez receio de viajar no voo 13...

Mas nós... Nós vamos no voo 404...

Pior que isto só mesmo um 501...

Sunday, August 23, 2009

Dia 244 de 1001 :: 13+3 tarefas concluídas

12 - passar a correr regularmente (fazer pelo menos 10 corridas no espaço de 3 meses)

Já foram bem mais de 10 corridas em bem menos de 3 meses.

Já consegui triplicar a distância da minha primeira corrida e duplicar a minha velocidade (que é como quem diz que passei de 1 quilómetro a menos de 5km/h para 3 quilómetros a 9km/h).

16 - organizar a YAPC::EU::2009 com sucesso

Apesar do clima económico de que toda a gente se queixa e de termos as grandes empresas que costumam patrocinar a dizer-nos que não, o evento foi um sucesso.

Conseguimos terminar a conferência com lucro.

Tivemos uma das maiores participações da conferência até à data (328 pessoas), e mais do que a conferência homónima na América do Norte (283 pessoas).

Tivemos um lucro financeiro maior que os dos anos anteriores, e só a facturação deste ano representa quase 40% da facturação total de todas as conferências desde 2005 (esta incluída).

Depois de três dias com um programa ambicioso, muita comida e muitos eventos paralelos, o público aplaudiu de pé.

Eu fui para casa e passei o fim-de-semana a descansar.

17 - deixar de ser o Community Relations Leader da TPF

Já está.

Ainda não há ninguém para me substituir, mas pelo menos já há quem esteja com a pasta temporariamente e eu já tenho menos uma tarefa sob a minha alçada.




Prestes a serem concluídas:

32 - Tornar a ir ao Japão

Parto dentro de duas semanas, e duas semanas por lá ficarei.

Desta vez levo alguém comigo e tenho umas ideias muito concretas quanto ao que fazer e ver durante a viagem.




Algumas tarefas são mais morosas ou complexas mas são ao mesmo tempo mais facilmente mensuráveis em termos de percentagem de conclusão.

Aqui vão algumas:

14 - a 30% (esta tem que ser concluída ainda este ano; de preferência o mais brevemente possível)

38 - a 83%

40 - a 75%

71 - a 50%

74 - a 50%

80 - a 70% (esta está a demorar, mas é agradável...)

101 - a 16% (esta vai ser a última a ser concluída)

Tuesday, July 28, 2009

Sabemos que somos uns alarves...

...quando chamamos a empregada para pedir mais e ela solta um alto e espontâneo "Já?"

...quando temos que pedir que tragam mais garrafas com molho de soja...

...quando em vez de dizermos quais são os números que queremos dizemos coisas como "do 18 ao 26, do 30 ao 34..."

...quando consideramos que usar expressões regulares para pedir seria um bom avanço...

...quando temos que discutir quem faz o próximo pedido porque já todos temos vergonha...

...quando o número de tabuleiros que vem para a mesa no total é igual ao número de pessoas na mesa...

...quando finalmente conseguimos considerar uma refeição terminada com uma média de dois tabuleiros por cada três pessoas e alguém na mesa comenta que é um novo recorde para nós e que estamos a conseguir reduzir bastante...

...quando a mesa ao lado chega bem depois e sai bem antes de nós, com um ar extremamente satisfeito...

...quando os cozinheiros nos olham de canto por sermos os únicos que ainda os estão a obrigar a estar ali...

...quando chamamos alguém para pedirmos os cafés e a pessoa já está resignada e se prepara para anotar o nosso próximo pedido...

O que vale é que agora faço exercício, senão por esta hora em vez de andar já rebolava...

Wednesday, July 15, 2009

Dia 205 de 1001 :: 9+4 tarefas concluídas

3 - começar a acumular milhas como deve ser

Já tenho cartão de passageiro frequente e as milhas dos voos já lá vão parar.

33 - colocar pelo menos X euros numa conta a prazo

Feito. Não, não vou divulgar o X.

47 - começar a fazer exercício físico

Feito.

Inscrevi-me num ginásio e vou todos os dias de manhã (desde que durma em casa).

Saio de casa cedo para chegar lá quando o ginásio abre (7 horas) e passo cerca de 1h30 a fazer exercício.

61 - ir a um concerto de música clássica

Ravel, Mahler e Mozart, graças à irmã de um amigo meu.

Os meus agradecimentos também à companhia.

E sim, bem sei que parece que estou atrasado, mas a coisa começa-se a compor, e os planos para muitas das tarefas estão em marcha.

Sunday, July 05, 2009

Melão

Levantei-me, vi o mail, vesti-me e fui ao mini mercado aqui ao pé fazer umas compras.

Duas pessoas à minha frente na fila estava uma senhora idosa.

A gerente já tinha sido chamada; chegou e a empregada explicou a situação:

- Esta senhora comprou um melão e pediu que o abrissemos, que o queria provar. Ela disse que pagava na mesma; pagou, nós abrimos, ela provou e agora diz que não quer.

A gerente fala com a senhora:

- Mas o melão está estragado?

- Não, mas eu não gosto.

- Mas se o melão está bom eu não lho posso aceitar de volta.

- Mas eu já não o quero levar.

Neste momento, entre as duas, está um melão com um buraco quadrado, que as as empregadas tiveram a bondade de cortar para a senhora provar o melão ali mesmo. O quadrado deve ter uns 3 a 4 centímetros de lado e é fundo.

A gerente diz:

- Mas eu não lho posso aceitar. Se o melão estivesse podre eu aceitava, mas se está bom... Eu não posso fazer isso. O que é que eu fazia depois ao melão?

E eis a rápida resposta da senhora:

- Mete-se lá no fundo e depois alguém leva!

Long story short, lá foi a senhora, sem melão (que não o quis levar), mas com um grande melão...

Antes de ir ainda falou com mais algumas funcionárias para tentar levar duas meloas sem pagar. Não resultou.

Wednesday, July 01, 2009

Mais sonhos...

Ora adivinhem lá quem apareceu esta noite num sonho meu...

Pois é...

Sunday, June 28, 2009

Nota mental #6

Não deitar coca-cola num copo estando às escuras...

Monday, June 08, 2009

Fim de semana

Um fim de semana que se propunha a ser bastante monótono acabou por trazer algumas surpresas, entre as quais sushi, pizza, compras, cinema, 96 garrafas de água com gás e a compra dos bilhetes para o Japão.

A semana que se avizinha promete ser meio calma; há dois feriados pelo meio, pelo que estará muita gente de férias e a cidade estará mais vazia. Também haverá menos gente no trabalho.

Também há alguns planos muito aliciantes, entre os quais uma possível ida ao teatro, mais cinema, uma grande jogatana, uma reunião importante que queria fazer há já algum tempo, uma promessa de panquecas e uma ameaça de martini...

Acho que vai ser uma semana boa.

Wednesday, May 20, 2009

Esta rapariga...

Ela vai andar de bicicleta, espalha-se ao comprido e dá cabo dos joelhos...

Vai fazer surf, vem uma onda e dá-lhe com a prancha nos queixos...

Vai jogar basquete, leva uma cabeçada e parte o nariz...

E depois...

Depois vem-me dizer que o desporto dá saúde...

Bem, rapariga, precisas de alguma coisa da farmácia? :-)

Sunday, May 17, 2009

Viagens

Thursday, May 14, 2009

Nada de novo...

Fui ver o Star Trek.

A dada altura três personagens fazem um salto de pára-quedas.

Uma vai vestida de azul; uma vai vestida de amarelo; uma vai vestida de vermelho.

Conseguem adivinhar o que acontece?

Saturday, May 09, 2009

Londres

Estou em Londres...

Foi uma aventura para cá chegar...

(já vos disse que em Setembro vou ao Japão?)

Friday, May 08, 2009

Mulheres...

20 aninhos.

O rapaz olha para ela e ela sorri.

Dali a pouco tornam a cruzar olhares e ela sorri novamente.

Continuam a cruzar olhares a noite toda e ela começa a provocá-lo propositadamente.

No final da noite, com o bar já a fechar, o rapaz enche-se de coragem e vai falar com ela.

Ela dá-lhe uma tampa, diz-lhe que não está interessada e vai-se embora com as amigas.

60 anos depois.

O autocarro segue na faixa da esquerda e a velhota na paragem faz-lhe sinal para parar.

O autocarro cruza as faixas e encosta.

A velhota diz que afinal não é aquele.

Gajas... Sempre a mesma coisa...

Thursday, May 07, 2009

Notas soltas

Se eu bebesse, hoje ia apanhar uma bebedeira...

...Como não bebo, vou comer Sushi (acho eu).


Amanhã é suposto ir para Londres...

...Ainda não tenho bilhete, mas já me disseram que estava tudo a ser tratado.


Em Setembro vou passar duas semanas ao Japão outra vez...

...Ainda não disse ao meu chefe, mas acho que ele lê o meu blog.


Daqui por umas semanas vou ao Cirque du Soleil...

...Ainda não sei quem vai comigo, mas alguém há-de ir.


E acho que por agora é tudo.

Monday, April 20, 2009

Sonhos estranhos...

Já estou habituado a ter sonhos estranhos...

Há o sujeito que leva uma encomenda lá a casa e que diz "já que estou aqui não se importa que tome um café, pois não?" e que depois consegue numa funcionalidade da máquina que eu desconhecia e desata a disparar cornflakes por todo o lado...

Há a gravação de um piloto para uma série de ficção científica que é realmente gravado num outro planeta mas sem actores profissionais (em vez disso há personagens meio estranhas e alguns colegas de trabalho)...

Enfim, é um mundo sem fim de histórias incríveis (dava para fazer uma série de blogs).

Mas o desta noite é que mexeu comigo...

Estava em Lua de Mel... Mas com a pessoa errada...

Monday, April 13, 2009

Dia 112 de 1001 :: 9 tarefas concluídas

São 9 tarefas concluídas e mais umas 10 a meio caminho.

Recordo que tinha avisado que as primeiras tarefas não pareceriam nada de especial. Ainda assim, fazem parte de objectivos maiores e é necessário cumpri-las.

1 - dar roupa

Foram sacos e sacos. O meu guarda-roupa está mais espaçoso e eu sinto algo de agradável na minha consciência.

2 - passar a fazer as compras online de forma automatizada

Obrigado, Continente online.

Agora perco muito menos tempo em compras.

Para além disso, também acabo por gastar menos dinheiro, porque me é mais fácil não comprar coisas de que não necessito. Faço a lista e acaba aí.

4 - fazer o meu Page Packer

Esta era algo que queria fazer há já bastante tempo. Não sei porque não o tinha feito antes.

Imaginem que por algum motivo têm que trocar de portátil sem aviso prévio, ou que algo se passa com a vossa máquina e é necessário fazer algo, mas não sabem de cor o que é.

Nada como ter essa informação em papel.

9 - deitar tralha fora

Sacos e sacos.

O meu mote, neste contexto, é: "se não precisei de ti até agora, também não vou precisar no futuro."

Desta vez, levei a coisa ainda mais longe.

Fiquei com mais espaço.

13 - estabelecer um orçamento mensal incluindo income e outcome

Com um orçamento mensal estipulado consigo ter uma melhor ideia do que tenho pela frente.

25 - ter net em casa (sem limites de tráfego, com uptime decente)

O comando é Meo!

28 - comprar mais um disco externo (>1T)

É tão bom os discos agora serem baratos...

85 - comprar um televisor panorâmico

Já está, pelo menos pela minha definição de panorâmico.

89 - ligar o equipamento informático ao televisor panorâmico

Feito.

Também é algo que já queria ter há bastante tempo.

Aliás, no preciso momento em que escrevo estas linhas tenho o televisor à minha frente (um pouco mais afastado que o portátil, claro) a passar o Baraka, que está a tocar no meu portátil.

Estado actual

112 dias passados, 889 dias para terminar

9 tarefas concluídas, 92 tarefas por concluir

E cá vamos nós...

Wednesday, April 01, 2009

Ela disse sim!

Agora só falta a data...

Tuesday, March 24, 2009

Num restaurante japonês perto de si...

Comer com pauzinhos tem muito que se lhe diga.

Não é só a arte de pegar neles e conseguir levar a comida à boca sem a deixar cair; há toda uma série de regras de decoro com os pauzinhos.

Quando fui ao Japão aprendi muitas destas regras da pior forma; por exemplo, quebrando três dessas regras de seguida.

Em menos de cinco minutos consegui dar a entender que estava a tentar seduzir a pessoa à minha frente, que a estava a insultar, e depois que estava a rezar aos mortos. Tudo com pauzinhos. É fantástico, não é?

Mais absurdo ainda é o facto de ter sido ao corrigir a primeira que fiz a segunda, e ao corrigir a segunda que fiz a terceira.

Pois é... Muito que se lhe diga...

Na semana passada fui a um restaurante japonês com uma amiga minha e foi a vez dela quebrar uma dessas regras... mas 7 vezes!

A primeira ainda deixei passar... À segunda avisei-a... Nas outras cinco ainda tentei pará-la, mas que querem? A rapariga foi rápida...

Wednesday, March 11, 2009

Sushi


Sushi, originally uploaded by cogurov.

Eu quero sushi...

Thursday, February 05, 2009

Deve ser de família...

O meu irmão veio-me visitar a Lisboa e foi almoçar comigo e com uns colegas de trabalho.

A dada altura um deles perguntou-lhe:

- O que é que estás a estudar?

- Estou a tirar uma licenciatura em desportos para turistas suicidas.

Isto deve ser de família...

Wednesday, February 04, 2009

Acho que andamos a comer pizza a mais...

Sim, de certeza que andamos a comer pizza a mais...

É a única explicação que eu encontro para o moço entregar a pizza e dizer:

- Até amanhã!

:-|

Monday, February 02, 2009

Wednesday, January 14, 2009

Thursday, January 08, 2009

Férias na empresa

Ganhar má reputação é fácil.

Fulano de tal estava de férias mas decidiu vir para empresa na mesma (para a net, provavelmente).

Provavelmente não estaria a ver mail da empresa.

No entanto alguém precisou dele; urgentemente.

Enviam-lhe mails até mais não, mas ele não responde.

Seja como for, à volta hora do almoço estávamos a discutir isto e alguém disse:

- Mas ele não pode... Porque se está de férias não pode estar na sede da empresa, porque se vem cá uma fiscalização...

E de repente ocorreu-me...

E as pessoas que têm uma empresa pessoal cuja sede fica na própria casa?

Será que há alguma lei que impeça as pessoas de dormirem na empresa?

Será que correm o risco de a ASAE as acordar a meio da noite a dizer:

- Saia lá da cama e ponha-se na alheta, que isto não são horas!

Friday, January 02, 2009

Afinal já estive em África!

Nasci e cresci na Europa.

Já fui à América do Norte e à do Sul, à Austrália e à Ásia.

Faça-se a divisão de continentes que se fizer, faltavam-me África e os pólos.

Hoje, porém, ao iniciar preparativos (ainda muito preliminares) para uma viagem a África, e ao ver uma lista de países e territórios de África, encontrei sabem o quê?

Nada mais nada menos que a Madeira!

Pois é, acontece que a Madeira se encontra situada na Placa Africana!

Ora eu já fui à Madeira, o que significa portanto que... Já só me faltam os pólos!

E eu que tinha ido a África e nem sabia, hein?