Tuesday, July 28, 2009

Sabemos que somos uns alarves...

...quando chamamos a empregada para pedir mais e ela solta um alto e espontâneo "Já?"

...quando temos que pedir que tragam mais garrafas com molho de soja...

...quando em vez de dizermos quais são os números que queremos dizemos coisas como "do 18 ao 26, do 30 ao 34..."

...quando consideramos que usar expressões regulares para pedir seria um bom avanço...

...quando temos que discutir quem faz o próximo pedido porque já todos temos vergonha...

...quando o número de tabuleiros que vem para a mesa no total é igual ao número de pessoas na mesa...

...quando finalmente conseguimos considerar uma refeição terminada com uma média de dois tabuleiros por cada três pessoas e alguém na mesa comenta que é um novo recorde para nós e que estamos a conseguir reduzir bastante...

...quando a mesa ao lado chega bem depois e sai bem antes de nós, com um ar extremamente satisfeito...

...quando os cozinheiros nos olham de canto por sermos os únicos que ainda os estão a obrigar a estar ali...

...quando chamamos alguém para pedirmos os cafés e a pessoa já está resignada e se prepara para anotar o nosso próximo pedido...

O que vale é que agora faço exercício, senão por esta hora em vez de andar já rebolava...

Wednesday, July 15, 2009

Dia 205 de 1001 :: 9+4 tarefas concluídas

3 - começar a acumular milhas como deve ser

Já tenho cartão de passageiro frequente e as milhas dos voos já lá vão parar.

33 - colocar pelo menos X euros numa conta a prazo

Feito. Não, não vou divulgar o X.

47 - começar a fazer exercício físico

Feito.

Inscrevi-me num ginásio e vou todos os dias de manhã (desde que durma em casa).

Saio de casa cedo para chegar lá quando o ginásio abre (7 horas) e passo cerca de 1h30 a fazer exercício.

61 - ir a um concerto de música clássica

Ravel, Mahler e Mozart, graças à irmã de um amigo meu.

Os meus agradecimentos também à companhia.

E sim, bem sei que parece que estou atrasado, mas a coisa começa-se a compor, e os planos para muitas das tarefas estão em marcha.

Sunday, July 05, 2009

Melão

Levantei-me, vi o mail, vesti-me e fui ao mini mercado aqui ao pé fazer umas compras.

Duas pessoas à minha frente na fila estava uma senhora idosa.

A gerente já tinha sido chamada; chegou e a empregada explicou a situação:

- Esta senhora comprou um melão e pediu que o abrissemos, que o queria provar. Ela disse que pagava na mesma; pagou, nós abrimos, ela provou e agora diz que não quer.

A gerente fala com a senhora:

- Mas o melão está estragado?

- Não, mas eu não gosto.

- Mas se o melão está bom eu não lho posso aceitar de volta.

- Mas eu já não o quero levar.

Neste momento, entre as duas, está um melão com um buraco quadrado, que as as empregadas tiveram a bondade de cortar para a senhora provar o melão ali mesmo. O quadrado deve ter uns 3 a 4 centímetros de lado e é fundo.

A gerente diz:

- Mas eu não lho posso aceitar. Se o melão estivesse podre eu aceitava, mas se está bom... Eu não posso fazer isso. O que é que eu fazia depois ao melão?

E eis a rápida resposta da senhora:

- Mete-se lá no fundo e depois alguém leva!

Long story short, lá foi a senhora, sem melão (que não o quis levar), mas com um grande melão...

Antes de ir ainda falou com mais algumas funcionárias para tentar levar duas meloas sem pagar. Não resultou.

Wednesday, July 01, 2009

Mais sonhos...

Ora adivinhem lá quem apareceu esta noite num sonho meu...

Pois é...